top of page
Posts Em Destaque

Inflação aumentando, o que isso tem a ver com o meu bolso?

Neste artigo vou trazer três pontos importantes para você considerar na sua vida financeira em 2022. Leia atentamente até o final.


Seja bem-vindo, seja bem-vinda. Se preferir, pode assistir a este conteúdo no vídeo do nosso canal no Youtube. Basta clicar no vídeo abaixo:


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, ficou 0,54% em janeiro, após ter registrado taxa de 0,73% em dezembro, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Apesar de ainda apresentar um desempenho de alta, está em queda desde outubro de 2021, quando o índice IPCA chegava a 1,25%, o mais alto do ano.

No acumulado, a inflação de 2021 alcançou 10,38%, quando no ano de 2020 este número era de 10,16%. Ainda assim, 2021 ficará registrado como o ano com maior inflação desde 2015, quando o Brasil estava vivendo um período econômico de desaceleração em função da crise política.

Já o ano de 2022 começa contando uma história inflacionária de 0,54%, bem maior do que todos os meses de janeiro desde o ano de 2016, quando estava em 1,27% no índice mensal.


No entanto, como em economia olhar para trás é só história, temos que olhar para frente e compreender o que ainda está por vir em 2022.


Segundo especialistas, as projeções são de um crescimento menor do que aquele que a inflação apresentou em 2021. Ou seja, não se engane que o preço das coisas vai baixar. Eles apenas vão aumentar em menor intensidade. Sendo assim, quero deixar 3 pontos de atenção que você precisa considerar para a sua vida financeira neste ano:


1º: Com a inflação alta, o seu dinheiro perde poder de compra. Por exemplo, aquilo que você comprava com R$50,00 em 2019, por exemplo, já não se compra atualmente. No entanto, o seu salário continua praticamente o mesmo, não é verdade?


Imagina aquela família que tinha como uma renda mensal de R$4.000,00 e que gastava R$400,00 em combustível quando o preço da gasolina estava em R$3,45, em meados de novembro de 2020, agora, considerando o mesmo consumo, o combustível representa R$724,00 no orçamento familiar, pela mesma quantidade de combustível consumida. Então, você precisa rever o seu orçamento familiar e considerar a perda do poder de compra ao longo do ano. A expectativa é de que a taxa de inflação (IPCA) fique na casa dos 5,38% em 2022.


Portanto, esta inflação “come o seu dinheiro durante a noite”, sem você perceber.


2º: Ainda que seja cedo afirmar, mas a elevação da Taxa de Juros (Taxa Selic) pode estar surtindo efeitos no aumento da inflação, até porque a queda da inflação que estamos sentindo é causa da redução dos preços dos combustíveis e passagens aéreas, ou seja, ainda não está refletindo na cesta básica e nos bens de consumo da maioria da população. A Taxa Selic é um antídoto para travar o aumento da inflação. O que quero dizer com isso, é que, ainda vamos ter um ano com aumento da taxa de juros, visando conter a inflação. E isto tem um reflexo direto no custo do dinheiro que você vai pegar emprestado. Sim, pois a taxa de juros nada mais é do que um “aluguel” que você paga por usar o dinheiro de uma instituição financeira. Então, você deve ficar atento às taxas negociadas sobre empréstimos e evitar ao máximo ter que acessar crédito para tomar dinheiro.


3º: Fique atendo aos juros cobrados por cheque especial e cartão de crédito, este último, chega a 345% ao ano. Ainda que as pessoas não encarem desta forma, comprar no cartão de crédito é uma forma de endividamento, pois a instituição financeira do cartão está pagando o estabelecimento no qual você fez uma compra parcelada, enquanto você paga para ela, mensalmente, as parcelas. Gerencie muito bem as compras no cartão evitando de acumular estes parcelamentos pois eles, ao longo do tempo podem representar o limite que você tem disponível para compra. E é neste momento que você vai começar a parcelar o pagamento da fatura do cartão de crédito, aquela opção que a instituição financeira ou o banco te dão sobre pagar o mínimo da fatura.


A inteligência financeira nos ensina que há tempo para tudo e de que precisamos compreender em que tempo estamos vivendo. E, falando nisso, não podemos desconsiderar o ano de eleições que o Brasil está vivendo o qual, historicamente, tem respingado na economia e nas finanças da população, normalmente, de forma negativa.


Tenha responsabilidade com seu dinheiro. Juízo!


Se você gostou deste artigo, dá um like e deixe seu comentário.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page