Você já ouviu falar em competências essenciais?

Confesso que esta terminologia não é tão comum, no entanto, com certeza você compra produtos ou serviços de empresas que você escolhe com base em alguns critérios, além do preço, é claro. Muito provável que você leve em consideração a sua reputação, a qualidade ou até mesmo, a sintonia da marca com as suas aspirações e crenças.


E você já percebeu que, em muitas das situações, esta percepção não é sua apenas, mas também de outras pessoas, inclusive que podem participar de outras culturas ou morar em locais distantes, que não participam de seus grupos de relacionamento?


Estes atributos, que são percebidos pelo cliente e consumidor não acontecem ao acaso. Eles são gerados pelo que chamamos tecnicamente de competências essenciais. Características das empresas e de cada negócio, são próprias, de difícil imitação. Além disso, proporcionam uma diferenciação no mercado em que atuam, pois são percebidas pelo cliente, ou seja, geram valor.


Podemos definir o que são competências essenciais como um conjunto de conhecimentos e habilidades que se traduzem de maneira única nos produtos e serviços que a empresa oferece. Trata-se de recursos estratégicos fundamentais que a organização vai adquirindo e desenvolvendo no decorrer de sua história, formando o seu arsenal de ativos intangíveis.


As competências organizacionais básicas e essenciais têm a ver também com a maneira com a qual os conhecimentos e habilidades são combinados. Tal combinação precisa ser única para que haja, de fato, vantagem competitiva.


No entanto, é importante lembrar que nem toda competência pode ser encarada como fonte para se ter alguma vantagem em relação à concorrência. Para tanto, são levadas em consideração apenas aquelas em que a empresa se destaca, que só ela detém e pode oferecer para o seu público.

No livro Competindo pelo Futuro, C.K. Prahalad define as competências essenciais como um conjunto de habilidades, conhecimentos e técnicas que dão à organização a possibilidade de oferecer um benefício específico e único aos seus clientes.


Ou seja, a competência essencial é aquela que gera valor para o cliente, que permite à empresa se diferenciar da concorrência e que pode ser expandida. Ela exerce impacto direto no poder de diferenciação e de crescimento de uma organização.


Não vamos localizar essas competências em ativos tangíveis ou bens materiais da empresa, mas sim, a sua capacidade em prover, gerir ou mesmo diferenciar determinadas áreas, processos ou produtos. Como exemplo de competências essenciais, podemos citar o design e os motores dos carros da Ferrari. Ou então o sistema operacional iOS, que só roda em dispositivos da Apple e a capacidade intelectual e tecnológica da Petrobrás na perfuração de poços profundos em oceanos para localizar petróleo. Todos com um know-how específico que proporciona as diferenciações e criam vantagem competitiva.


6 dicas de como identificar as competências essenciais

Agora que você já sabe o que são competências essenciais, confira a seguir as dicas de como identificar as do seu negócio.


1 – Valor

As competências essenciais são aquelas que contribuem de maneira decisiva para a geração de valor dos seus produtos e serviços e impactam diretamente na forma com que esse valor é percebido pelos clientes.


2 – Expansão

Para ser considerada essencial, uma competência precisa possibilitar que a marca expanda produtos e mercados.


3 – Difícil imitação

As competências essenciais garantem a autenticidade da marca e, por isso, devem ser de difícil imitação. Isso é fundamental para que a empresa consiga se destacar.


4 – Recursos

Para identificar as competências essenciais, faça uma análise dos recursos que, quando combinados, compõem os produtos ou serviços considerados essenciais para a empresa.


5 – Visão do consumidor

É interessante que você realize pesquisas com o seu público-alvo para compreender a percepção que eles têm dos seu produtos e serviços. A partir disso, você poderá identificar quais são as competências essenciais da sua empresa.


6 – Análise VRIO

VRIO é a sigla para:


Valor

Raridade

Inimitabilidade

Organização


A análise VRIO consiste em avaliar todos os recursos que a empresa tem disponíveis a fim de desenvolver uma vantagem competitiva. Para isso, são levados em consideração 4 fatores fundamentais, citados anteriormente e que compõem a sigla VRIO: Valioso; Raro; Difícil de imitar; A empresa está organizada para explorar.

Recursos considerados valiosos, raros, inimitáveis e que estejam devidamente organizados para utilização são os que mais favorecem o sucesso da empresa.


Por isso, a análise VRIO é uma boa ferramenta para identificar quais são as competências essenciais de uma organização.


Como você pôde conferir neste artigo, as competências essenciais estão diretamente ligadas à vantagem competitiva. Nesse sentido, para conseguir se destacar no mercado e conquistar a preferência do público, é fundamental saber identificar quais são as competências essenciais do seu negócio para, então, poder desenvolvê-las.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONECTE-SE COM A GENTE

telegram.png
WATTS.png
FACEBOOK.png
INSTAGRAM.png
ICONES%20REDES%20SOCIAIS_edited.png
youtube-logo-icon-social-media-icon-png-

Por telefone ou online

(51) 99835.6341

(51) 99613.1914

EVOLUIR LTDA

CNPJ: 12.211.714/0001-28

Rio Grande do Sul, Brasil

Acesse aqui nossa Política de Compras Online.

Entre em contato conosco: